fbpx

MPF não vê irregularidades na aplicação da segunda dose da vacina em profissionais exonerados

Compartilhe!

Em nota, o MPF no Amazonas afirma que a segunda dose estava suspensa a esses profissionais até que chegasse suas vezes dentro do Plano de Vacinação, o que já ocorreu.

O Ministério Público Federal (MPF) afirmou que não “vislumbra irregularidade na aplicação da segunda dose aos médicos” exonerados pela Prefeitura de Manaus, tendo em vista que “já que a vacinação já está disponível a todos os profissionais da saúde”.

Além disso, o MPF ressaltou que esses mesmos profissionais não poderiam tomar a segunda dose da vacina até que chegasse a vez deles, conforme o Plano de Vacinação.

Porém, “com o o avanço da vacinação, a Prefeitura de Manaus iniciou, na última segunda-feira (8), a imunização dos grupos 4 e 5 de trabalhadores da Saúde, que inclui funcionários de clínicas privadas e drogarias, além de trabalhadores administrativos das secretarias de Saúde e do Complexo Regulador”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *