fbpx

Estupro contra a enteada de 16 anos leva padrasto à cadeia

Compartilhe!

O estupro praticado contra a enteada de 16 anos levou o padras dela, um homem de 33 anos para a cadeia no início da noite da última segunda-feira (23), quando a Polícia Civil do Amazonas (PCAM) deteve o suspeito por volta das 16h, em uma rua do bairro Jorge Teixeira, zona Leste de Manaus Ele foi autuado pelo crime de estupro de vulnerável praticado contra a menor.

De acordo com o delegado Torquato Mozer, titular do 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP), que atendeu a ocorrência, na manhã de segunda-feira, a vítima compareceu na unidade policial, na companhia de uma colega de escola, para denunciar o crime.

Leia mais: Padrasto abusador guardava vídeos de sexo com menores

“A adolescente relatou que estava se arrumando para ir à escola, quando o padrasto a empurrou para cima da cama e consumou o ato.

Ainda de acordo com o delegado, a menina relatou que esta não era a primeira vez que o crime acontecia. O mesmo já havia abusado sexualmente dela outras vezes, incluindo outra relação em 2014, quando a vítima ainda era criança.

Conforme o Torquato Mozer, a menina informou que os abusos eram justificados pelo padrasto uma espécie de punição por ela usar brincos, calças jeans e ouvir músicas que não estavam ligadas à sua religião e da família. Segundo o depoimento, o homem utilizava do argumento que por punir os atos errados da menina, a mesma devia lhe dar uma recompensa.

A adolescente foi encaminhada a uma unidade hospitalar, onde passou por exames médicos que confirmaram o abuso sexual sofrido e então a equipe da Polícia Civil iniciou as diligências para encontrar o homem, que foi localizado no mesmo bairro onde o crime foi cometido.

O padrasto irá responder pelo crime de estupro de vulnerável. Após os procedimentos cabíveis no 30° DIP, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) e ficará a disposição da Justiça.

One thought on “Estupro contra a enteada de 16 anos leva padrasto à cadeia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *