fbpx

Suposto pastor é assassinado e apontado com traficante

Compartilhe!

Um suposto pastor identificado Mário Marques da Silva, de 42 anos, conhecido como “Irmão Mário”, morreu assassinado a tiros na noite deste sábado (1), no beco do Queimado, umancineh ida viela no bairro Colônia Oliveira Machado, zona Sul de Manaus. Apesar o título religioso, moradores afirmam que ele era, na verdade, traficante de drogas.

Enquanto informações preliminares informaram que o homem era pastor, uma versão divergente o acusa de utilizar o rótulo religioso para esconder uma vida de crimes.

Mário foi abordado por seus algozes momentos após adentrar o beco, por volta das 19h30, sendo surpreendido com os disparos em sua direção. Sem tempo para reagir, ele acabou atingido pela ação com arma de fogo e socorrido por parentes até o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) da zona Sul, onde faleceu após não resistir aos ferimentos.

Leia mais: Piratas matam homem que tentou impedir roubo em embarcação

Parentes de Mário defendem que ele não tinha envolvimento com a criminalidade, o que é desmentido por moradores, que o apontem como um importante líder do tráfico de entorpecentes na região da orla do bairro Educandos e na feira da Panair, no mesmo bairro onde foi assassinado.

Após a realização dos trabalhos por parte do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), o corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML).

A Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar o caso por parte da Polícia Civil, em busca de informacoes sobre a identidade dos envolvidos e as razões que motivaram o crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *