fbpx

Traficantes torturam e matam entregador ex-rival de facção

Compartilhe!

Bruno Monteiro Batista, de 31 anos, conhecido como “Brunão”, Roberlando da Silva Brito, 32, o “Caixinha”, e Eduardo Henrique Domingos de Almeida, 22, torturam e matam entregador de pizzas Cláudio Ítalo Gurgel da Costa, que tinha 21 anos, na madrugada de quinta-feira (18).

O homicídio foi registrado por volta de 02h na travessa Camomila, bairro Cidade de Deus, zona Norte de Manaus. Eles foram presos pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) no mesmo dia do crime.

De acordo com o delegado Charles Araújo, titular da Especializada, Cláudio estava trabalhando entregando pizzas quando foi abordado pelos criminosos. Segundo ele, a vítima possuía passagem pela polícia, mas já não praticava mais crimes.

Suspeitos torturam e matam entregador por guerra de tráfico

Durante as investigações, a Polícia Civil apontou que o motivo do crime foi uma guerra entre facções. A vítima foi reconhecida pelos membros de uma das facções rivais a que ele participava anteriormente.

Cláudio foi sequestrado, torturado e morto com golpes de faca e, em seguida, teve o corpo enterrado em uma área de mata naquela área da cidade.

As prisões ocorreram em bairros distintos das zonas norte, leste e sul da capital amazonense. A ordem judicial em nome dos infratores foi expedida no dia 22 de fevereiro deste ano, pela juíza Eline Paixão e Silva Gurgel do Amaral Pinto, da 3ª Vara do Tribunal do Júri.

Bruno, Roberlando e Eduardo irão responder por homicídio qualificado. Após os procedimentos cabíveis, eles serão encaminhados para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) e ficarão à disposição da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *