fbpx

Piratas dos rios são presos com grande arsenal balístico

Compartilhe!

Na noite desta terça-feira (13), os policiais militares do 4° Grupamento da Polícia Militar prenderam três piratas dos rios com um grande material balístico escondido em uma embarcação. As prisões ocorreram no município de Japurá (a 743,95 Km de Manaus em linha reta).

Segundo a Polícia Militar, a equipe do Batalhão recebeu uma denúncia anônima a respeito de uma embarcação pilotada por piratas dos rios. Eles estariam seguindo viagem pelo Rio Joamin a caminho das comunidades ribeirinhas para cometer assaltos.

Os PMs articularam então uma operação e foram em busca da lancha. Por volta das 00h de hoje, ao realizarem campana, conseguiram localizar dois suspeitos, um homem de 46 anos e um jovem de 19 anos, todos os dois naturais de Jutaí.

A dupla estava com um rifle calibre 12 e diversos cartuchos. Ao serem questionados, eles confessaram estarem se preparando para cometer assaltos na região e ainda delataram os comparsas.

O restante do bando estaria escondido em uma pousada localizada em Japurá. Os policiais seguiram para o endereço informado pelos bandidos, e ao chegarem ao local, conseguiram avistar dois outros suspeitos. Os criminosos perceberam a presença da equipe policial e fugiram pela mata.

Na fuga, o grupo deixou para trás todo o arsenal balístico. Ao todo, os PMs apreenderam 101 cartuchos calibre 12; 7 cartuchos calibre 16; 8 cartuchos calibre 20; 38 cartuchos calibre 32; 15 cartuchos calibre 38; 1 revólver marca Taurus calibre 32 com numeração raspada; 1 revólver calibre 38 também com a numeração raspada; 1 punhal; 1 algema marca Victor; 1 Rifle calibre 22; 3 pares de coturnos; 5 tocas ninja (balaclavas); 6 pares de luvas; 4 camisas rajadas; 2 capas de coletes balísticos.

Os policiais continuaram e diligências e conseguiram prender o chefe do bando, um homem e de 33 anos, já pela manhã. Todos os três indivíduos e o arsenal apreendido foram conduzidos para a Delegacia Interativa de Polícia do município, para os procedimentos cabíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *