fbpx

Polícia procura ex-sargento do Exército envolvido em latrocínio

Compartilhe!

A Polícia Civil do Amazonas está a procura de Sidney Pinto Ferreira, de 32 anos. Ele é acusado de participar do latrocínio de Yann Victor Fonseca Rios, que na época tinha apenas 21 anos. O crime ocorreu no dia 29 de julho de 2019, em uma residência localizada no bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus. Na ação, um outro jovem também foi baleado.

De acordo com o delegado Aldeney Goes, titular da DERFD, Sidney sabia da existência de uma grande quantia de dinheiro que a vítima guardava em casa e articulou um assalto com mais dois comparsas que foram presos logo após o ato. Ele já havia trabalhado como segurança para a família de Yann e sabia que o empresário guardava cerca de R$ 20 mil em casa. O suspeito teria passado a informação para os criminosos, porém, no dia do latrocínio apenas uma pochete contendo 900 reais foi subtraída pelos bandidos.

Outros envolvidos já foram presos

A polícia civil conseguiu prender no dia seguinte após o latrocínio, Paulo Picanço, ele na época era motorista de aplicativo e confessou ter participado do crime após ser convidado pelo ex-sargento do exército Sidney Ferreira. Já o Eduardo da Costa, autor dos disparos, foi preso no dia 27 de agosto de 2019, após investigações para descobrir o paradeiro do suspeito.

O líder da quadrilha, Sidney Ferreira foi preso temporariamente no dia 18 de outubro de 2019. O delegado Aldeney Goes explicou que na época, Sidney era sargento temporário do Exército Brasileiro e chegou a ser preso por 30 dias. Foi liberado e antes de ser decretada a prisão preventiva, ele fugiu. Conforme o delegado, o mandado de prisão foi expedido no dia 18 de dezembro, pelo juiz Áldrin Henrique de Castro Rodrigues da 10ª Vara Criminal.

Quem puder colaborar com informações sobre a localização de Sidney, entrar em contato por meio do número (92) 3239-3780 ou (92) 99962-2187, o disque-denúncia da Especializada, ou ainda pelo número 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *