fbpx

MP pede fornecimento de oxigênio para Manacapuru

Compartilhe!

Uma ação do Ministério Público do Amazonas (MPAM) pede a normalização do fornecimento de oxigênio para Manacapuru, município no interior do Amazonas. O pedido foi ajuizado na noite desta sexta-feira (15), por meio de uma Ação Civil Pública (ACP).

De acordo com o MPAM, o intuito da causa é garantir a normalização do fornecimento de oxigênio às unidades de saúde do município para garantir a vida de pelo menos 52 pessoas que estão internadas em decorrência da covid-19, sendo 14 delas na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) do Hospital de Campanha montado na cidade.

Segundo o MP, entre os dias 14 e 15, morreram 7 pessoas por falta de oxigenação. Informações apuradas pela promotora de Justiça Lilian Nara Pinheiro de Almeida, titular da 2ª Promotoria de Manacapuru, apontam a necessidade diária do município é de 200 (duzentos) cilindros de 10m³. Até o ajuizamentoas da ACP, apenas 32 cilindros estavam disponíveis, obrigando a equipe médica a dividir um cilindro para três pacientes.

A Ação pede que a Justiça determine o fornecimento de, no prazo máximo de 24 horas, 100 (cem) cilindros de 10m³ de oxigênio medicinal ao município e mais 150 cilindros em 72 horas, . A solicitação também prevê a normalização do fornecimento do insumo em cinco dias.

Segundo dados da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Manacapuru é o primeiro município em número de óbitos por covid-19 em todo o Estado, com 197 mortes registradas até esta sexta-feira. O município já tem 5.060 casos registrados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *