fbpx

Saco achado com ossos pode ser de criança desaparecida

Compartilhe!

Mergulhadores do Corpo de Bombeiros encontraram um saco preto com vários ossos em seu interior, dentro do Rio Botas, no bairro São Bernardo, em Belford Roxo, município localizado na região da Baixada Fluminense, no estado do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (30). A Polícia Civil acredita que ossada seja  humana, mas apenas a perícia feita em laboratório poderá confirmar.

A descoberta da ossada é parte da investigação que apura o desaparecimento dos meninos Lucas Matheus, de 9 anos, Alexandre Silva, de 11 e Fernando Henrique, de 12, que sumiram no dia 27 de dezembro de 2020. Eles foram vistos pela última vez em uma feira do Bairro Areia Branca, também em Belford Roxo.

Leia mais: Mulher sai para ir ao comércio e desaparece

O lugar onde o saco com os ossos foi encontrado é o mesmo apontado por uma testemunha como sendo o lugar onde o irmão do depoente teria arremessado um saco entregue por traficantes, na data do desaparecimento. Em uma análise prévia, o perito criminal Arthur Couto não descartou a hipótese dos ossos serem humanos. 

“O material ainda tem que ser analisado, mas parece se tratar de pedaços de coluna e costela. Também tinham fios que pareciam ser de cabelo humano. Também será feito exame de DNA”.

Arthur Couto, perito criminal

As amostras foram enviadas para exames laboratoriais. Não há previsão para o resultado. Com o apoio de uma ferramenta chamada garateia, capaz de revirar a superfície do leito do rio, homens dos Bombeiros retiraram um saco preto, por volta das 11h20, horário em que a perícia técnica da especializada foi acionada.

A reportagem é da jornalista Thuanny Soares, do jornal carioca “O Dia”.

One thought on “Saco achado com ossos pode ser de criança desaparecida

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *