fbpx

Assassino de travesti se apresenta na delegacia

Compartilhe!

O policial militar Jeremias da Costa Silva, de 27 anos, suspeito de ser o assassino da travesti Manuella Otto, de 25 anos, se apresentou na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) na manhã de terça-feira (16) acompanhado de um advogado.

De acordo com o delegado Charles Araújo, titular da Especializada, o cabo da PM ficou em silêncio durante o depoimento. O suspeito foi liberado após passar pelos procedimentos.

O delegado informou que o caso segue em investigação. A PC aguarda o laudo da perícia para confirmar se o PM é o responsável pelo crime. Caso confirme as suspeitas, o delegado da DEHS vai solicitar a prisão preventiva do homem.

Assassino da travesti flagrado arrombando o portão do motel

O caso aconteceu na madrugada o último sábado (13). A travesti entrou em um quarto de motel com um homem, até então não identificado. Momentos depois, os funcionários ouviram um tiro.

Logo em seguida o homem aparece com uma camisa escondendo o rosto e arromba o portão do motel. As câmeras de vigilância registraram a ação.

Ainda não há uma linha de investigação confirmada, mas a suspeita é que Jeremias e Manuella teriam um relacionamento. No dia do crime, os dois teriam discutido no quarto de motel. Em seguida, o policial efetuou o disparo contra a vítima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *