fbpx

Encapuzados cometem chacina em acerto de contas

Compartilhe!

Atiradores encapuzados cometem uma chacina e matam quatro pessoas num possível acerto de contas entre traficantes na noite de quinta-feira (04). Os homicídios aconteceram no bairro da Compensa, zona Oeste de Manaus.

As quatro vítimas foram identificadas como:

  • Álvaro França de 28 anos
  • Leonardo Nascimento Lima, 25
  • Rodrigo de Oliveira Lima
  • Talisson dos Santos de Souza

Atiradores encapuzados chegam em carro e cometem a chacina

De acordo com as pessoas que presenciaram o crime, Álcaro e Leonardo estavam na rua São João quando um grupo armado iniciou o ataque no início da noite.

Os criminosos chegaram em um carro ainda não identificado e dispararam diversas vezes contra os dois. Os atiradores acertaram cada um com pelo menos três tiros.

Rodrigo e Talisson ouviram o tiroteio e saíram correndo, mas os atiradores perseguiram os dois. Eles alcançaram primeiro o Talisson na rua benaion.

A vítima tentou fugir, mas os encapuzados atiraram contra a vítima, que agonizando no meio da rua.

Em seguida, Os criminosos encontraram Rodrigo na rua Manaus. Testemunhas ouviram apenas os disparos e já avistaram a vítima sem vida.

Vítimas socorridas, mas todas morreram

A equipe do 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estiveram no local.

A polícia chegou ao local logo após o ataque – Divulgação

Rodrigo e Leonardo chegaram a ser levados Serviço de Pronto-Atendimento (SPA) Joventina Dias, também no bairro da Compensa, mas não resistiram aos ferimentos.

O Samu chegou a socorre Talisson, mas ele morreu a caminho do hospital. Rodrigo morreu no local.

Os peritos do Departamento de Polícia Técnico Científica (DPTC) confirmaram as mortes e o Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção dos corpos.

Polícia vai investigar a motivação do ataque

Os crimes podem ter relação com a guerra do tráfico de drogas. Entretanto, em consulta ao sistema do Tribunal de Justiça do Amazonas, somente rodrigo tem um processo penal em andamento por furto qualificado.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar a motivação crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *