fbpx

Mulher é estuprada e sofre parada cardiorrespiratória

Compartilhe!

Uma mulher de 20 anos foi estuprada e internada depois de ser encontrada com vários hematomas por policiais militares. Um homem de 32 anos foi preso pelo crime, que aconteceu em Mateus Leme, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG), neste sábado (16).

Segundo a PM, a mulher estuprada foi encontrada em meio a um matagal, próximo a uma trilha no distrito de Serra Azul, com o pescoço repleto de machucados. Ela estava muito fraca , foi socorrida com urgência pelos militares e permanecia hospitalizada até a noite de sábado..

Na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Mateus Leme, onde foi atendida, a mulher estuprada informou aos policiais que foi atacada por um homem desconhecido que vestia bermuda, camisa e chinelo. Segundo o depoimento ele a agarrou e a derrubou e, enquanto cometia o estupro, enforcou a jovem, causando várias lesões no pescoço e no rosto dela.

Enquanto relatava o ocorrido aos militares, a mulher perdeu a consciência e desmaiou. Ela sofreu uma parada cardiorrespiratória e precisou ser entubada.

Mulher estuprada tentou se defender

No cena do crime foi encontrado um pé de chinelo pela PM, que coletou imagens de câmeras de segurança dos comerciantes da área e localizou, nas gravações, um homem vestido de forma semelhante ao que havia sido relatados pela jovem. Nas imagens o homem também aparecia calçando apenas um lado do chinelo.

Os policiais reconheceram o suspeito e foram até a casa dele. No local, a companheira do homem confirmou que o chinelo encontrado no local do crime pertencia a ele.

O suspeito também estava no local e os policiais notaram que ele tinha os braços arranhados. Questionado, ele confessou o crime.

As roupas utilizadas para cometer o estupro estavam guardadas em uma caixa de papelão no quarto da residência.

Segundo a Polícia Civil, o homem foi autuado em flagrante por estupro na Delegacia de Plantão de Betim e, imediatamente, encaminhado ao sistema prisional, onde se encontra à disposição da Justiça.

O estado de saúde da vítima não foi informado pelo Hospital Regional de Betim, para onde ela foi transferida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *